sobre

 

 A frente da marca ENVY, desde 2012, me encantei  pelas técnicas manuais da construção de uma roupa, pelos processos artesanais ainda praticados, mas principalmente pela interconectividade principalmente de mulheres em toda a cadeia da moda. 

Nesse caminho de descobertas, a moda pra mim   ganhou um novo significado. O desejo de criar roupas que contassem uma história e tivessem um   propósito maior que simplesmente consumir a próxima novidade da estação.

A partir dai, me preocupei em produzir moda de forma mais vez mais consciente: uma seleção minuciosa nas matérias-primas, o design meticulosamente projetado para o corpo feminino, a transparência nos processos produtivos, e a satisfação de todas as mulheres que contam essa historia junto comigo.

Hoje, acredito que Moda é a forma de expressar nossa personalidade através do que vestimos, e conectar com o mundo contando nossa historia através do que e como consumimos.

Há poucos meses de iniciarmos uma nova década, assumo para o mundo verdadeira identidade deste trabalho que tenho orgulho em apresentar.